Comebacks de fevereiro

Annyeong~~

 

Como eu disse nesse post aqui, ultimamente tem tido muitos comebacks e debuts lá na Coreia pra deixar nossos corações preenchidos de muita coisa boa – ou de coisa ruim, não da pra acertar sempre, né não? Por isso eu decidi fazer um post mensal com os comebacks ou debuts que eu acho que são dignos de nota, mas não de um post completo. Hoje falarei somente dos grupos que eu conheço, mas há muito mais e mês que vem tentarei ficar mais atenta quanto aos comebacks mesmo de grupos que não conheço, assim o post ficará mais imparcial.

(As datas podem estar erradas, mas qualquer coisa eu corrijo depois! É que tô escrevendo no trabalho e não consegui ver as datas no Youtube de todos os MVs)

• 1 de Fevereiro – Rookie, Red Velvet.

Post completo, clique AQUI pra ler mais sobre esse MV que ainda não sei se amo ou detesto.

• 5 de Fevereiro – Yesterday, Block B.

Block B é um dos meus boy groups favoritos  – embora eu não me considere do fandom e nem nada. Foi por causa deles, inclusive, que comecei a ouvir mais bgroups, pois antes eu era completamente ggroups stan. O comeback anterior deles, Toy, me surpreendeu por quebrar um pouco o conceito recente deles, aquela coisa colorida e meio fofinha de Her, e Yersterday veio trazendo novamente esse conceito que eu não engoli muito bem. A música é bobinha, fraca, e não parece nem um pouco com o grupo que fazia músicas como NalinA e Nillili Mambo. O Erick observou – muito bem observado – que o Zico (líder e rapper principal) nem parece fazer parte do grupo, a voz dele não combina com esse estilo fofinho. Enfim, não me convenceu, achei bem fraco e tô com saudades do meu Block B (aka Very Good).

• 10 de fevereiro – My First And Last, NCT Dream.

Ahhhhh tem subunit mais amorzinho do que a Dream? Pra quem não entende nada sobre o assunto, NCT (abreviação de Neo Culture Technology) é um grupo enorme – aparentemente não há um limite de membros – que atua com subunits, ou seja, grupos dentro de um grupo. Até agora as subunits são NCT 127, NCT U (a melhor, na minha opinião) e NCT Dream. NCT Dream é a com os membros mais jovens, na faixa de uns 16 anos – eu acho -, e parece que vai ter outra subunits somente com crianças mesmo. A SM é chapadona ou não é? Acontece que NCT é bom demais da conta e My First And Last é uma música bem gostosinha, não tão infantil como Chewing Gum mas não é nem de perto tão adulta quanto The 7th Sense (NCT U). A coreografia é DEMAIS, como sempre SM arrebentando nas coreografias! O MV é bonitinho também mas, mais uma vez comparando, não é nada como The 7th Sense – sim, essa música é maravilhosa e TODOOOOO MUNDO tem que ouvir.

• 10 de fevereiro – Thank You For Being So Wonderful, Wonder Girls.

Mais um disband dos grupos antigos, e dessa vez foi Wonder Girls, que vinha desde 2007 deixando o k-pop um pouquinho mais maravilhoso. Não quero falar muito sobre esse último MV, só que elas eram realmente incríveis e maravilhosas, e espero que continuem com suas carreiras e que fiquem bem. Não foi só a JYP que perdeu esse grupo, foi o mundo também.

• 11 de fevereiro – Spring Day, BTS.

Post completo, clique AQUI para ler mais sobre esse MV que me conquistou de mansinho mas ainda não completamente.

• 15 de fevereiro – Don’t Recall, K.A.R.D.

https://www.youtube.com/watch?v=tTangoguZpA

AAAAAA meu deus, que MV maravilhoso, música maravilhosa, coreografia fofaaaaaaaaaaaAAAAA! Simplesmente não consigo parar de ouvir! ~~respira. O MV não é muito elaborado, mas é bonito e funcional, os figurinos são igualmente simples mas bonitos, nada exagerado ou demais, sabem? Don’t Recall foi o “gostinho de quero mais” que Oh Na Na deixou, e agora eu quero mais ainda um álbum completo ou pelo menos um mini álbum! Sério, escutem e deem muito amor ao K.A.R.D., nunca antes um grupo misto teve tanta visibilidade e eu espero sinceramente que eles cresçam muuuuito.

• 17 de fevereiro – I Got Love, Taeyeon

Olha, honestamente, eu acho que tão querendo matar essa mulher de exaustão. Em novembro Taeyeon (em carreira solo, líder do grupo Girl’s Generation) veio com 11:11, que é uma baladinha gostosinha bem a cara dela, e tinha tido sei lá quantos comebacks antes disso. Pensei que ela daria um tempo, mas já veio com I Got Love, que é uma música genérica, fraca, chata, chocha ~nossa, respira~. Não que seja de todo mal, a música é boa até, mas não tem nada a ver com ela, absolutamente nada. Ela tá parecendo um vampiro com essas lentes claras e o cabelo preto, horrível – não que ela esteja feia, mas não combina com ela! E, meu deus, pensei que ela pararia por aí, mas no fim do mês ela lançou mais um (já falo sobre isso)! Odeio quando a SM enfia conceitos mastigados nos idols, é nítido quando eles cantam algo que gostam. Para que tá feio!

• 18 de fevereiro – Not Today, BTS.

Post completo, clique AQUI para ler mais sobre esse MVzão da p$%@*.

• 20 de fevereiro – Knock, Knock, Twice.

Eu já comentei sobre Twice em alguns posts, mas nunca falei nada especificamente sobre elas. É um grupo relativamente novo que tá quebrando recorde atrás de recorde, chega a ser assustador! Eu simplesmente adoro o grupo, embora não tenha ouvido os albuns ainda – mas só porque não tem ainda no Spotify e eu esqueço sempre de ouvir quando tô em casa. Infelizmente é o típico grupo que usa aquele velho conceito de meninas fofas e meio sexys, com vocais mal aproveitados e coreografias que poderiam ser bem melhores. Elas têm muito potencial, mas a JYP prefere investir na fórmula de dinheiro – o que tem dado certo. Isso aconteceu com Girl’s Generation, e olha como elas estão agora… simplesmente esgotadas, visivelmente cansadas do conceito infantil. Mas enfim! Knock Knock é uma música gostosinha, refão beeeem chiclete (“Knock, knock, knock on my door“) e o MV é uma gracinha, completando o último MV, TT.

• 28 de fevereiro – Fine, Taeyeon.

É difícil acreditar que, aos 40s do segundo tempo, Taeyeon lançaria mais um MV – e mais, seu primeiro álbum completo! Legal, ela realmente merece um álbum completo, batalhou muito por isso, mas meu deus, ela deve estar exausta com todas essas promoções! O MV de Fine é lindo e felizmente voltamos ao conceito baladinha romântico que é mais a cara dela. Gosto da música mas não é algo que eu vá ouvir com frequência. Tenho que tomar vergonha na cara e ouvir o álbum completo – que já está disponível no Spotify.

 

Ufa! Esse mês foi bem movimentado, não é mesmo? Adoro! É claro, há mais comebacks e debuts, mas esses são os que eu acompanho mais de pertinho. Qual o seu favorito? Pra mim o melhor esse mês foi Don’t Recall, podem se matar a vontade onces (fãs de Twice) e armys (fãs de BTS) que eu tô de boa ouvindo esse hinoooooooooooooooo.

 

Até o próximo post!

A.

Deixe uma resposta