Comebacks de maio

Annyeong~~

Continuando então com os posts atrasados de comebacks, vamos à maio! Tivemos excelentes comebacks e outros nem tanto, e também tivemos o adeus de Sistar, e a Coreia está atualmente sem verão 🙁 – isso até Red Velvet aparecer com Red Flavor, né, vou precisar de cinco posts pra falar sobre esse comeback adequadamente hahahaha

  • Twice – Signal (15/05)

Eu gostei bastante do MV de Signal, embora a parte dos ETs seja bem sem noção. Quando elas viram aliens no final eu fiquei ????????????????????????? Meu deus, que coisa esquisita! HAHAHA Mas tá tudo muito bem feitinho, os efeitos de magia estão bem legais e bonitos de ver. É um MV com um conceito questionável mas que deu certo. Já a música não é das melhores, é daquele chiclete que gruda mesmo e que você acaba gostando pela insistência hahahaha E a coreografia, nossa, é bem ruim. Algumas partes são super bonitinhas, mas no geral é uma coreografia tosca demais. Pra mim as melhores eras de Twice continua sendo Cheer Up e TT.

  • Dean – Love (ft. Syd) (18/05)

Gente, pelo amor de deus. PELO-AMOR-DE-DEUS. O que é esse menino? Dean não erra uma, não tem uma música dele que seja ruim. Eu nunca ouvi falar dessa moça, Syd, mas fique muito apaixonada pela voz dela. Combinou de um jeito com a voz do Dean que chega a escorrer uma lágrima. O MV é bem loko, todo em preto e branco e propositalmente “mal feito”, com efeitos que simulam filmes feitos antigamente. Eu acho que essa é uma ótima tática porque se estiver uma bosta vai parecer que foi de propósito hahahaha No fim temos uma mudança meio brusca no vídeo, meio esquisito. Não sou fã do MV, mas a música é maravilhosa. Dean, eu te venero!

  • PSY – I LUV IT, New face (10/05)

Eu sou muito suspeita de falar do Psy. Tenho uma simpatia enorme por ele, acho que ele é um excelente artista. O cara simplesmente iniciou uma nova fase no k-pop e todos os grupos tiveram que se adaptar à ela – isso depois do sucesso estrondoso de Gangnam Style. E ele voltou com duas novas músicas e um álbum completo – que eu ainda não ouvi -, seguindo o estilo de suas músicas anteriores. Eu particularmente prefiro New Face, tanto a música quanto a coreografia – que são, ambas, muito difíceis.

  • VIXX – Shangri-la (15/05)

Que MV LINDO! Vixx é um dos poucos grupos que eu acho totalmente justificável o conceito sexy-glam-boys porque eles já eram assim antes de Blood Sweat & Tears aparecer. Só parece que acentuou ainda mais depois disso, mas ok, vamo ignorá. Shangri-la tá simplesmente maravilhoso, e eu só não gostei da “tatuagem” nas costas de um deles e da maçã prateada claramente de isopor – um horror. Parece uma que tinha de enfeite na casa da minha avó. Fora isso, amei a coreografia, tá in-crí-vel, eu amo coreografias com leque. E gostei bastante da música também!

  • iKON – Bling Bling (22/05)

Em BLING BLING, iKON me transportou há uns anos onde todos – ou a maioria – dos MVs eram nesse conceito “caixa” e com muita luz. Eu ADOREI essa música e, embora não goste muito desse conceito “gangsta”, achei que combinou muito. Só a coreografia que é meio tosca com os movimentos simulando basquete. Eu adoro uma farofaaaaaaaaaa, e essa é de qualidade.

  • A.C.E – Cactus (22/05)

Metade da música é SUPER BOA, e a outra metade me lembra – muito – as músicas daquele jogo de dança Dance Dance Revolution, sabem, que você tem que jogar com um tapete e simular movimentos de dança – provavelmente é o pai do Just Dance -? O refrão dessa música é bem bom, e eu acho que pra um debut essa é uma música bem marcante, e eu acho que isso é muito importante. A.C.E. mostrou um MV sem grandes produções mas que funciona bem, mesmo com uns exageros.

  • Seventeen – Don’t Wanna Cry (22/05)

Seventeen não é um grupo que eu acompanhe muito, mas gosto bastante. Eles têm um conceito bem consistente e eu admiro demais as performances deles ao vivo – gente, é muito menino num grupo só, imaginem que difícil que é dançar com tudo isso de gente? Eu gostei bastante desse comeback. Achei que o MV tá lindo e bem sensível, combinou muito com a música e a coreografia. A palavra certa é essa mesmo: sensível. Tão de parabéns!

  • Sistar – Lonely (31/05)

Eu nunca consigo ouvir músicas de adeus até o final porque me sinto triste e não aguento. E com Sistar não foi diferente. Mesmo que eu não fosse tão fã, admiro as meninas e desejo que elas todas estejam bem e felizes com esse disband. O MV tem muito essa cara de despedida, mas é acolhedor e bonito. Não é “fúnebre” como o de 2NE1, que parece que alguém morreu – no caso, o grupo. É lindo demais esse MV, a música também, simplesmente um último comeback digno de SISTAR. O verão nunca mais será o mesmo sem elas 🙁

É isso aí! O que acharam dos MVs? Pra mim em questão de música Dean ganha de lavada, mas de MV mesmo… difícil escolher!

Até o próximo post!

A.

Deixe uma resposta